Ninguém sabe realmente quando é que as coisas vão voltar ao normal, e na verdade ninguém sabe o que vai ser “normal” daqui para a frente.

Numa altura em que a atenção se começa a virar para a nossa indústria – fomos até entrevistados pelo Dinheiro Vivo sobre este mesmo tema – e se começa a falar em possíveis medidas para que os casamentos possam acontecer, se calhar temos de nos perguntar – será que os noivos querem casar nestas condições? Era assim que imaginavam o seu dia de festa?

E nós que estamos lá para registar os abraços, os beijos, a dança, a emoção, o amor, as lágrimas… Vamos conseguir oferecer o nosso melhor trabalho a esses casais?

Se a resposta for SIM, então vamos a isso! Embarcamos convosco nesta aventura e seguiremos convosco até chegarmos a bom porto.

No entanto queremos apresentar uma alternativa. Não é uma substituição, mas é uma opção.


Read More