Facebook Pixel Code

Não adiem o amor | Covid 19 e o casamento

Comporta 7 de 9 - Não adiem o amor | Covid 19 e o casamento

Ninguém sabe realmente quando é que as coisas vão voltar ao normal, e na verdade ninguém sabe o que vai ser “normal” daqui para a frente.

Numa altura em que a atenção se começa a virar para a nossa indústria – fomos até entrevistados pelo Dinheiro Vivo sobre este mesmo tema – e se começa a falar em possíveis medidas para que os casamentos possam acontecer, se calhar temos de nos perguntar – será que os noivos querem casar nestas condições? Era assim que imaginavam o seu dia de festa?

E nós que estamos lá para registar os abraços, os beijos, a dança, a emoção, o amor, as lágrimas… Vamos conseguir oferecer o nosso melhor trabalho a esses casais?

Se a resposta for SIM, então vamos a isso! Embarcamos convosco nesta aventura e seguiremos convosco até chegarmos a bom porto.

No entanto queremos apresentar uma alternativa. Não é uma substituição, mas é uma opção.

O Elopement

O elopement é, muito resumidamente, um “casamento a dois”.

Elopement da Ella e do Jim, no Sublime Comporta

Já há alguns anos que o Elopement tem vindo a ganhar tracção um pouco por todo  o mundo, incluindo Portugal.

Não estamos a dizer para abandonarem a família e os amigos. Mantenham os vossos planos para o casamento, celebrem juntos o grande dia. Vai ser um dia importante e vai ser um dia bonito.

Mas o elopement pode ser uma opção para celebrarem na mesma o vosso amor ainda este ano – sem preocupações, sem máscaras, e com pouco planeamento.

 

O elopement é personalizável

O elopement não precisa de ser literalmente só com duas pessoas – podem ter convosco a família nuclear, alguns amigos.

Ana Lucas 507 - Não adiem o amor | Covid 19 e o casamento

Elopement da Ana e do Lucas – nove pessoas e dois cães. Podem ver o vídeo aqui e as fotos aqui.

O elopement também não precisa de ser oficial, pode ser apenas uma celebração simbólica em que lêem uns votos que escreveram um para o outro, ou pode até ser celebrada por um amigo!

Jessica Nathan Wedding 188 scaled - Não adiem o amor | Covid 19 e o casamento

O Elopement da Jessica e do Nathan, em Paris, foi celebrado pelo melhor amigo.

Vídeo aqui e as fotografias aqui.

 

O elopement pode ser uma lufada de ar fresco

O Elopement pode ser a solução perfeita para combater esta ansiedade de ver o casamento em “standby”.

A Lynn e o Matt sentiram-se sobrecarregados com o planeamento do seu casamento em 2017, por isso decidiram vir a Portugal, só os dois, trocaram os seus votos no Palácio do Bussaco, fizeram umas pequenas férias e voltaram para casa com energias renovadas. Mais tarde fizeram uma festa e anunciaram que estavam casados com o vídeo que fizemos daquele dia.

 

A Chelsea e o Brandon passaram por uma situação semelhante e decidiram num impulso “fugir” para a Escócia só com os pais e uma avó, em Dezembro. Foi tão rápido que só nos contactaram três semanas antes do casamento. Passaram três dias na Escócia, fizeram tiro ao arco, provaram whisky, e tiveram uma cerimónia bonita e emotiva, abençoada pela chuva escocesa. O resultado é um dos nossos filmes favoritos de sempre.

Elopement da Chelsea e do Brendan, na Escócia.

 

É uma opção mais económica

Em termos de valores o elopement também pode ser uma opção mais económica. Pode-se abdicar de muitas das coisas que fazem parte de um casamento normal. Normalmente é um dia mais curto, raramente com catering ou bolo, quase sempre a um dia da semana, e a maior parte dos fornecedores têm preços mais baixos para elopements. Em alguns fornecedores a diferença pode ser quase 50% – como é o nosso caso.

 

O elopement como opção

O planeamento de um casamento pode ser uma experiência bonita, mas numa altura em que os noivos e fornecedores olham para o calendário como se fosse um puzzle, tentando encaixar os casamentos reagendados de 2020 com os novos noivos de 2021 (e percebendo que não há fins-de-semana suficientes!), o elopement pode ser uma boa opção para viver um dia especial com a pessoa que se ama, usar o vestido ou o fato, trocar umas palavras espciais, e ter fotos e um filme bonitos.

E depois, mais tarde, quando o mundo voltar a girar, ter o seu casamento de sonho tal como tinham imaginado.